3 de março de 2010

Da série Partos

Cria

Quem hoje parte veio de um parto.
De um nascer de entranhas, minhas, doloridas.
Parte a minha parte, melhor de todas.
Que caminha decidida, galgando os degraus do ônibus.
Nas costas, uma mochila. No rosto, cenários outros.
Na minha lembrança, ele colado em meu peito, adormecido.
Na plataforma, nossos olhares se cruzam sorrindo.
Preencho-me de um amor incomparável e expiro o desejo sincero
de ver a minha cria seguir assim: recriando a própria vida.

2 comentários:

Tita Ancona Lopez disse...

Ai! Vai dar tudo super certo!
Cris

Anônimo disse...

Toda sorte do mundo, todo empenho, toda perseverança,toda valentia, pra ele que embarca nessa deliciosa aventura de florescer.
Bj
Lu